Por G1 SE, Aracaju

Cantora e compositora Rita Lee (Foto: Ale Frata/Código19/Estadão Conteúdo)

A ministra do Supremo Tribunal de Justiça (STJ), Nancy Andrighi negou, nesta quinta-feira (3), o pedido dos advogados da cantora Rita Lee, referente a decisão do Tribunal de Justiça de Sergipe (TJ/SE), que condenou a artista ao pagamento de indenização a policiais militares por danos morais. A ação é referente a um desentendimento da cantora com policiais durante um show em janeiro de 2012.

Segundo o advogado da associação dos policiais militares de Sergipe, Marlio Damacendo essa decisão é referente a processos da justiça comum, os demais processos concluídos nos juizados especial.

Entenda o caso

Em janeiro de 2012, a cantora parou um show na Barra dos Coqueiros para reclamar da ação dos policiais que revistavam o público em busca de drogas. Rita Lee xingou os policiais que faziam a segurança por considerar ‘invasivo’ o tratamento com o público.

O G1 Sergipe entrou em contato com o escritório da advogada da cantora, a informação passada foi que ela não estava.

Fonte: G1 – Sergipe