Nesta quinta, 02/06, mais uma vez os operários terceirizados responsáveis pela manutenção do Polo Atalaia, em Aracaju-SE, realizaram um ato para lembrar a gerência da Petrobrás o compromisso de retomar o emprego dos trabalhadores que estavam no contrato com a MCE. Nesta segunda a gerência do Polo reuniu com a direção do Sindipetro AL/SE e reafirmou esse compromisso, informando que um novo contrato seria assinado entre o dia 31 de maio e 1 de junho.

“É uma necessidade da Petrobrás ter de volta no Polo sua equipe de manutenção”, afirma o diretor do Sindipetro, Stoessel Chagas. “O Polo Atalaia hoje parece terra de São Nunca. Não tem serviço de manutenção (caldeiraria, pintura e andaime), pois todos os trabalhadores estão fora. A falta de manutenção acarreta em acidentes, deterioração de materiais, de equipamentos e também pode ocasionar em vazamentos. A Petrobrás investiu nesses trabalhadores e treinou o pessoal. Tem deles que tem até 20 anos de casa. Para que não aconteçam acidentes futuros, que comprometam não só a vida dos trabalhadores, mas também da população que vive na circunvizinhança, é urgente que a empresa retome o emprego da turma”, explica.

A direção do sindicato compara o risco da situação com um recente vazamento de amônia na Fábrica de Fertilizantes (Fafen-SE). Assim que retomou a operação da fábrica, logo depois de uma parada de manutenção, ocorreu um vazamento de grandes proporções. Um trabalhador foi atingido e por sorte não sofreu graves sequelas. Infelizmente a equipe de manutenção que operava na unidade, que também estava vinculada a um contrato com a MCE, ficou do lado de fora e foi substituída por um contingente menor, com menos experiência.

Por isso é tão importante essa luta dos trabalhadores da manutenção do Polo Atalaia. Necessária para que esses trabalhadores recuperem seus empregos, seus direitos e sua dignidade. Necessária para que se garanta a segurança dos trabalhadores que operam no Polo e da população que vive naquelas proximidades.

Fonte: Sindipetro

O post Sindipetro denuncia que sem equipe de manutenção polo Atalaia fica vulnerável a acidentes apareceu primeiro em Imprensa 1.