Releituras traz sucesso de Clemilda na batida do rock Na segunda apresentação do Projeto Releituras de Clássicos do Cancioneiro Popular, a banda MaryJoe faz a releitura de um dos sucessos da cantora Clemilda. Na nova versão de Prenda o Tadeu (Antônio Sima e Clemilda), que esteve na parada de sucessos em 1985 e rendeu à nossa rainha do forró seu primeiro Disco de Ouro, ganhou ritmo frenético.

O quarteto Gutierre De la Peña (vocal), Deivid Gonçalves (baixo), Jhones Slapelis (guitarra) e Júlio Guimarães (bateria) transformou o forró de duplo sentido em riffs viscerais e troca de ritmo na batida.

“Clemilda é símbolo para o nosso estado. Foi um desafio grande fazer um rock numa música que foi imortalizada no forró”, disse o vocalista Gutierre De la Peña.

A Banda Maryjoe, apesar do nome em inglês, carrega origens sergipanas em todos os seus integrantes. Formada em 2012, o grupo tem no rock nacional a sua referência. Em quatro anos, a Maryjoe já dividiu o palco com grandes nomes como Nando Reis, Biquini Cavadão, Pitty, Marcus Mena, Fresno, Forfun e mais recentemente, Legião Urbana.

Os músicos se dedicam à gravação do primeiro CD que contará com 14 músicas. Canções autorais como “Iara”, “Olho no olho”, “Livre pra voar” e “Vida em jogo” já entraram na lista das mais executadas e a mais recente composição, “Hoje eu quero mais” (Gutierre De la Penã), já integra o set list das baladas.

O Projeto Releituras de Clássicos do Cancioneiro Popular – 3a edição, vai ao ar na tela da TV Atalaia (Record), nesta sexta-feira (10), ao meio dia, no Jornal do Estado 1a Edição.

Via a8se – TV atalaia