DEPUTADO GUALBERTO-FRANCISCO GULABERTO-PT-IMPRENSA1-MARCOS COUTOO deputado estadual Francisco Gualberto (PT) afirmou nesta quarta-feira, 8, que o governo de Jackson Barreto nunca manipulou números para maquiar os resultados da Lei de Responsabilidade Fiscal. Disse isso em resposta a uma acusação feita por um deputado da oposição, Georgeo Passos, que tentou desvalorizar a implantação do Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos (PCCV) dos servidores públicos estaduais. “A luta não é de agora. Os servidores aguardavam o plano há 30 anos. Não foi de 2014 para cá, como disse o deputado. O PCCV é uma conquista histórica desses servidores”, afirmou Gualberto.

Falando com propriedade, já que participou diretamente da discussão, elaboração, aprovação e implantação do PCCV desde a época do governador Marcelo Déda, o deputado Gualberto disse que a oposição precisa ter mais humildade e reconhecer os bons feitos. “Vamos reconhecer que a implantação gerou um sacrifício enorme do governo, e vai continuar sendo para os cofres públicos. Portanto, tenham a humildade de reconhecer isso”, pediu o deputado. “Não há Estado no Brasil que esteja anunciando um PCCV. Pelo contrário. Todos estão no sentido inverso por causa da crise econômica”, disse Gualberto.

A implantação do plano beneficiou milhares de servidores públicos que recebem os menores salários do Estado. No entanto, sindicalistas reclamam pela atualização dos índices de reajuste que estão defasados. “O governador sabia que sem atualizar a tabela de reajuste, esse não seria o quadro ideal, e que isso iria gerar reclamações. Mas ele implantou o plano no primeiro momento oportuno. Tenho consciência de que foi algo importante para os servidores. Até porque é mais fácil reparar algo com o plano já implantado, do que sequer ter o plano”, explicou o deputado líder do governo na Assembleia Legislativa.

Pelo discurso de Georgeo Passos, a oposição quis vincular o PCCV com o momento eleitoral nos municípios. Mas esse desejo foi rechaçado por Gualberto. “Para quem faz política, não há um ano em que não haja eleição. A todo momento estamos fazendo política. Ou não é assim? Portanto, essa justificativa da oposição é de menor importância para nós. Com todo respeito”, frisou Francisco Gualberto. “Mas me parece que essa é uma preocupação de Georgeo e seus candidatos em Aracaju que aparecem em pesquisas com 7% (João Alves) e 6% (Amorim). Eu sequer defini meu candidato ainda”.

O líder parlamentar disse ainda que o Governo JB tem consciência de que existem outras pendências e reivindicações a serem atendidas a categorias distintas, mas jamais abandonará a luta em benefício dos servidores públicos. “O importante é que a seta esteja sempre para cima, e não para baixo, como quer o deputado Georgeo”, afirmou. “Os servidores alcançados agora pelo PCCV estão quebrando uma barreira do tempo de 30 anos. Por isso há o que se comemorar sim”.

Por : Gilson Sousa /Ascom Parlamentar

O post PCCV é conquista histórica dos servidores, afirma Gualberto apareceu primeiro em Imprensa 1.