Portal Lagarto Notícias

Na última quinta-feira (10), a Secretaria Municipal da Ordem Pública de Lagarto divulgou uma licitação para as empresas que estiverem interessadas em adquirir a concessão de 15 anos para operar o Sistema de Transporte Coletivo Urbano (STPCU) na cidade papa-jaca. A expectativa é que o sistema entre em regime de operação a partir do dia 20 de julho, data em que a empresa vencedora da concessão será anunciada.

De acordo com o projeto básico, inicialmente, a empresa que vencer o processo licitatório deverá dispor de quatro microônibus e/ou miniônibus para operar as primeiras quatro linhas do STPCU no município, estas deverão interligar a cidade e sua zona de expansão. Além disso, os veículos deverão ofertar ares-condicionados, piso baixo, além das poltronas e/ou espaços especiais para idosos, gestantes e pessoas com necessidades especiais.

O preço do transporte coletivo para os passageiros custará em torno de R$ 3,00, ante o valor cobrado pelo transporte alternativo – que já opera no município – de R$ 3,50. O Vale Transporte deverá ser aceito como forma de pagamento, enquanto os idosos poderão desfrutar dos serviços de transporte ilimitadamente, desde que apresente a sua carteira de identidade.

Das quatro primeiras linhas a serem operadas, três delas terão trajetos bem definidos – com menos cinco quilômetros cada -, enquanto uma operará no sistema CIRCULAR, que deverá percorrer cerca de 10 KM. Caberá a empresa concessionária aumentar o número de linhas.

Segundo o projeto do STPCU, o transporte de passageiros será feito através de microônibus e miniônibus, porque as ruas do município de Lagarto não são apropriadas para a circulação de ônibus convencionais para esta modalidade de transporte, com capacidade para transportar 20 e de 21 a 28 passageiros sentados, respectivamente.

O projeto básico ainda estabelece que o sistema de transporte coletivo urbano apresente um horário de rotas bem definido das 07h:00 às 09h:00, um pequeno decréscimo no horário de almoço e outros picos mais distribuídos no período das 17h:00 às 18h:30, tal medida acompanhará o ritmo da maioria das cidades brasileiras.

Todos os serviços do SPTCU serão operados por uma única empresa concessionária, esta deverá identificar devidamente os seus funcionários e veículos, além de manter a documentação e manutenção dos últimos em dias.

Até o final desta reportagem, o Secretário Municipal da Ordem Pública, Kércio Pinto, informou que o processo licitatório acontecerá no dia 20 de julho e que após a assinatura do contrato com a concessionária, esta terá 90 dias para operar o SPTCU. Ele também informou que as empresas Vitória Transporte e Viação Progresso já manifestaram interesse.

Contrato com a concessionária

O prazo da concessão da empresa que operará o sistema de transporte em Lagarto será de 15 anos, sendo prorrogável por igual período. O valor de estima da concessão é R$ 10.886.400,00, sem as devidas correções inflacionárias. Ao assinar o contrato, a empresa deverá pagar a Prefeitura Municipal de Lagarto uma quantia equivalente a R$ 217.728,00, podendo este valor ser dividido em duas vezes.

O post Lagarto: Sistema de transporte coletivo deve operar a partir de 20 de julho apareceu primeiro em Lagarto Notícias.

Via – Lagarto Notícias